Fone:+(55) 64 3611 2200

Diretor da Faculdade de Odontologia defende tese de Doutorado

Publicado em: 07-12-2021
Compartilhar

 

O diretor da Faculdade de Odontologia da Universidade de Rio Verde-UniRV, Renato Canevari Dutra da Silva, defendeu nesta terça-feira, 07 de dezembro, sua tese no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, da Universidade Do Vale Do Rio Dos Sinos (Unisinos). Com o tema: “Prevalência de sonolência diurna excessiva e fatores associados em acadêmicos da área da saúde de uma universidade do Centro-Oeste brasileiro”, sob orientação da professora Dra. Maria Teresa Anselmo Olinto e coorientado pelo prof. Dr. Anderson Garcez, o docente adquiriu o título de doutor.

A banca examinadora foi composta pelos professores Dr. Juvenal Soares Dias da Costa (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), Dra. Heloísa Theodoro (Universidade de Caxias do Sul) e Dra. Raquel Canuto (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

A tese objetivou verificar a prevalência de sonolência diurna excessiva (SDE), sonolência diurna excessiva severa (SDE-S) e os seus fatores associados em uma amostra de acadêmicos da área da saúde de uma universidade do Centro-Oeste brasileiro, além de avaliar as propriedades psicométricas da Escala de Sonolência de Epworth (ESE), incluindo sua validade de constructo e consistência interna na população de universitários.
 
 
A metodologia utilizada foi um estudo transversal, de base universitária, de ambos os sexos, matriculados nos cursos da área de saúde de uma universidade localizada no Centro-Oeste brasileiro, Estado de Goiás, Brasil, no ano de 2018. A presença de sonolência diurna foi avaliada por meio da ESE, classificando-se em excessiva - SDE (ponto de corte ≥ 10) e severa - SDE-S (ponto de corte ≥ 16) e os fatores associados incluíram características sociodemográficas, comportamentais, acadêmicas, estado nutricional, relacionadas ao sono e de percepção de saúde. Para a análise dos dados utilizou-se regressão de Poisson com variância robusta. Para a validação do constructo da escala foi realizada a análise fatorial, por meio da análise fatorial exploratória (AFE) e confirmatória (AFC) dos 8 itens da ESE e para a avaliação da consistência interna do modelo fatorial foi utilizado o coeficiente alfa de Cronbach (α).
 
Com o estudo, verificou-se uma elevada prevalência de sonolência diurna nos universitários da área da saúde, em especial do curso de Medicina e em mulheres. Além do mais, a ESE apresentou as propriedades psicométricas favoráveis, com validação de constructo e consistência interna adequados para utilização na população de estudantes universitários do Centro Oeste brasileiro.

+ Notícias

#

Inscrições abertas para as disciplinas optativas

  A Universidade de Rio Verde – UniRV informa que estão abertas as inscrições para as disciplinas optativas de Música e Inglê...

#

Reitor recebe presidente do Sindicato Rural e define parcerias

  Com o objetivo de estreitar os laços, o Reitor da Universidade de Rio Verde – UniRV, professor Alberto Barella Netto, recebeu nesta terça-feir...

#

Egressa de Odontologia é selecionada em Programa de Mestrado da Unicamp

Roberta Cristina Costa Guimarães, egressa da Faculdade de Odontologia da Universidade de Rio Verde – UniRV, foi aprovada no Programa de Pós-Gradua&c...

#

Últimos dias para se inscrever no Mestrado em Produção Vegetal

  A Universidade de Rio Verde- UniRV está com inscrições abertas para o Programa de Mestrado em Produção Vegetal, para ingresso n...

#

UniRV sediará seletivas para os Jogos Mundiais Universitários

  Mais uma ação de incentivo ao esporte universitário, na última sexta-feira, 21 de janeiro, o Reitor da Universidade de Rio Verde, prof...