» Síndrome do músculo piriforme e suas relações anatômicas

  

1- O projeto

O projeto é realizado pela acadêmica do 6° período da Faculdade de Medicina da Universidade de Rio Verde – UniRV, Letícia Lemos Leão, sob a orientação do professor Ms. Cláudio Silva Teixeira e visa mensurar as variações anatômicas entre o músculo piriforme e o nervo isquiático a fim de correlacionar com o aparecimento da síndrome do músculo piriforme. A pesquisa será realizada nos Laboratórios de Anatomia Humana da Universidade de Rio Verde - GO e Universidade Federal de Uberlândia – MG. Onde serão estudados no mínimo 50 regiões glúteas masculinas e femininas pertencentes a esses laboratórios. Serão abordados aspectos anatômicos e topográficos da região glútea para melhor entender as características do nervo isquiático e da síndrome do músculo piriforme.

2- Objetivos 

Descrever as variações anatômicas do trajeto do nervo isquiático em relação ao músculo piriforme e correlacioná-la à síndrome do piriforme. Permitindo comparar o trajeto do nervo isquiático com o músculo piriforme em relação aos sexos feminino e masculino, o trajeto bilateralmente nas regiões glúteas do mesmo corpo e mensurar o musculo piriforme nos dois antímeros e comparar com o nervo isquiático.

3- Resultados esperados

A pesquisa científica visa através da análise morfométrica do músculo piriforme estabelecer correlações com o aparecimento da Síndrome do músculo piriforme. Desse modo, facilitar e elucidar a prática clínica na investigação e tratamento desta Síndrome.

4- Contribuições e reflexões do projeto

A síndrome do músculo piriforme configura uma entidade clínica não somente pela presença do quadro de dor, mas também por desencadear distúrbios sensiti¬vos, motores e tróficos relacionados à distribuição radicular do nervo isquiático. Grande parte da população, em algum momento da vida, poderão desenvolver lombalgia ou ciatalgia, por isso o projeto visa estabelecer relações que permitam relacionar o trajeto no nervo isquiático com o aparecimento da síndrome do músculo piriforme e permitir um diagnóstico e tratamento mais eficaz. Além disso, o projeto de iniciação cientifica possibilita ao acadêmico maior contato e conhecimento sobre a área da pesquisa aumentando a motivação para o desenvolvimento de novos estudos que poderão impactar a vida na sociedade trazendo benefício tanto para o crescimento acadêmico quanto para qualidade de vida da população.
 
 

 


NOSSOS CAMPUS
Campus Rio Verde
Fazenda Fontes do Saber,
Caixa Postal 104
Cep: 75901-970 - Rio Verde - Goiás Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Aparecida
Avenida das Palmeiras, chácaras 26 E 27,
Jardim dos Buritis
CEP: 74923-590
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h

Campus Caiapônia
Av. Ministro João Alberto, 310,
Nova Caiapônia, CEP: 75.850-000
Caiapônia - Goiás
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Goianésia
Rua 12, nº 288, Setor Sul, Prédio Sec. Mun. de Educação, 2º andar
Goianésia - Goiás
Cep: 76.380-000
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h