» Tolerância de variedades de feijoeiro comum a herbicidas

   

1- O projeto

O trabalho será desenvolvido pelo acadêmico Arthur Alves Bernardes, do 6º período de Agronomia, bolsista de Iniciação Científica da UniRV, sob orientação do professor Dr. Guilherme Braga Pereira Braz e coorientação dos professores Dr. Gustavo André Simon e Dr. Antonio Joaquim Pereira Braz. Pretende-se analisar o posicionamento dos herbicidas de acordo com cada variedade de feijoeiro e a utilização dos mesmos em novas modalidades de aplicação, afim de evitar reduções na produtividade desta cultura por intoxicação das plantas. Além disso, pretende-se com a realização deste projeto comprovar a seletividade ao feijoeiro de moléculas herbicidas que ainda não são registradas para uso nesta cultura, ampliando, assim, as opções de manejo de plantas daninhas.
 
2- Objetivos 

Aprimorar as recomendações para controle químico de plantas daninhas de acordo com cada variedade de feijoeiro.
 
3- Resultados esperados

Ao término da realização do presente projeto, os resultados esperados são: verificar se há tolerância diferencial das variedades de feijoeiro quanto à sensibilidade aos herbicidas; determinar se a utilização de protetores via tratamento de sementes confere tolerância às plantas de feijoeiro para aplicação de herbicida; e determinar quais herbicidas registrados para aplicações em pós-emergência do feijoeiro podem ser utilizados em pré-emergência desta cultura.
 
4- Contribuições e reflexões do projeto

Em função do feijoeiro ser um produto que envolve elevado número de produtores dispersos no país, há uma expressiva falta de organização da cadeia produtiva, refletindo no baixo percentual de utilização correta das tecnologias geradas para esta cultura. Em geral, as empresas de produtos fitossanitários direcionam seus esforços para culturas que trazem maior rentabilidade, fazendo com que o desenvolvimento de tecnologias para o feijoeiro dependa basicamente dos institutos de pesquisa e das universidades. Os estudos em questão podem expor melhorias relacionados ao manejo de plantas daninhas na cultura do feijoeiro, que no Brasil permanecem estagnados há anos, não havendo registro de novas moléculas para auxiliar no manejo de plantas daninhas nesta cultura, além de carência de informações sobre a tolerância das novas variedades aos herbicidas que já são registrados para uso na cultura.
 
Além do benefício relacionado à criação de alternativas para o manejo de plantas daninhas na cultura do feijoeiro que o presente projeto trará, destaca-se as contribuições científicas e de formação de recursos humanos que o mesmo apresenta potencial em desenvolver. Neste âmbito, destaca-se a publicação e apresentação de trabalhos em congressos científicos, publicação de artigos científicos em periódicos de relevância nacional; e formação e treinamento de um aluno de iniciação científica. 
 

 


NOSSOS CAMPUS
Campus Rio Verde
Fazenda Fontes do Saber,
Caixa Postal 104
Cep: 75901-970 - Rio Verde - Goiás Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Aparecida
Avenida das Palmeiras, chácaras 26 E 27,
Jardim dos Buritis
CEP: 74923-590
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h

Campus Caiapônia
Av. Ministro João Alberto, 310,
Nova Caiapônia, CEP: 75.850-000
Caiapônia - Goiás
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Goianésia
Rua 12, nº 288, Setor Sul, Prédio Sec. Mun. de Educação, 2º andar
Goianésia - Goiás
Cep: 76.380-000
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h