» Prevalência de alterações ecográficas compatíveis com esteatose hepática em pacientes submetidos à ultrassonografia abdominal em Rio Verde-GO
 
1- O projeto

É um projeto de pesquisa realizado pelas acadêmicas do sexto período da Faculdade de Medicina da Universidade de Rio Verde - UniRV, Katriny Guimarães Couto, Amanda de Castro Morato, Ana Cristina de Almeida, Ana Luiza Caldeira Lopes sob a orientação do professor Me. Renato Canevari Dutra Da Silva o qual tem a intenção de levantar dados para avaliar a prevalência de alterações ecográficas compatíveis com esteatose hepática no município de Rio Verde. A pesquisa será realizada no Hospital Municipal Universitário de Rio Verde, utilizando prontuários e laudos dos exames de ultrassonografia abdominal

2- Objetivos 

O trabalho tem o objetivo de quantificar a prevalência e alterações ecográficas compatíveis com esteatose hepática em pacientes encaminhados para exame de ultrassonografia abdominal no ano de 2017 e associar com os fatores de risco e as indicações que levaram a fazer esse exame.  Registrar a quantidade de ultrassonografia abdominal realizada no ano de 2017; Compreender os motivos que levaram a escolha da ultrassonografia abdominal na amostra através da leitura do prontuário e do laudo médico do exame; Comparar os resultados encontrados com outros estudos presentes na literatura.

3- Resultados esperados

Acredita-se que os resultados desse trabalho contribuirão para a melhor compreensão da quantidade de pacientes que apresentam esteatose hepática, e poderá ser feita a separação destes de acordo com idade, sexo e fatores de risco associados.

Além do mais, por se tratar de um estudo inédito na região, poderá proporcionar grande avanço no que tange a pesquisa e a saúde, visto que futuros estudos poderiam ser iniciados a partir deste e, assim, impulsionar a iniciação científica e também alertar os pacientes e os profissionais da área da saúde acerca dos fatores de risco e as conseqüências associadas à esteatose hepática.

Espera-se obter os resultados e demonstrá-los através de gráficos e tabelas, para posterior análise estatística, redação científica, elaboração de artigos e disponibilização dos resultados através de publicação em congressos e/ou revistas científicas, assim como no XII Congresso de Iniciação Científica da Universidade de Rio Verde (CICURV), em 2018, e após revisão e formatação necessária apresentados em congressos específicos da área como Congresso Brasileiro de Radiologia, a fim de cooperar com a comunidade científica.
 
4- Contribuições e reflexões do projeto
O presente projeto contribuirá para uma nova perspectiva acerca do tema abordado, uma vez que levantará dados novos e atuais a cerca de patologias hepáticas, perfazendo uma estimativa da realidade contemporânea.

Espera-se que o presente trabalho apresente resultados relevantes para área da saúde, e que ainda favoreça os acadêmicos(as) participantes uma vez que eles poderão fazer parte de um projeto de científico, que é uma oportunidade para obter-se novos conhecimentos, conhecer e despertar interesse em outras áreas de estudo. 

 


NOSSOS CAMPUS
Campus Rio Verde
Fazenda Fontes do Saber,
Caixa Postal 104
Cep: 75901-970 - Rio Verde - Goiás Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Aparecida
Avenida das Palmeiras, chácaras 26 E 27,
Jardim dos Buritis
CEP: 74923-590
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h

Campus Caiapônia
Av. Ministro João Alberto, 310,
Nova Caiapônia, CEP: 75.850-000
Caiapônia - Goiás
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Goianésia
Rua 12, nº 288, Setor Sul, Prédio Sec. Mun. de Educação, 2º andar
Goianésia - Goiás
Cep: 76.380-000
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h